4 Dicas Para Você Escolher Sua Escola De Dança e Salão

Você quer começar a dançar e não sabe como escolher a melhor opção para você? Chega mais que eu te mostro bem rápido algumas dicas pra você não errar na escolha da sua escola.

1 – Níveis

A separação por níveis é fundamental para um aprendizado em que você consiga estar sempre em uma aula que não seja frustrante por ser muito difícil nem desestimulante por ser muito fácil. Além disso os níveis são um motivador excelente para que você pratique e busque uma evolução constante. Só tome cuidado para não querer avançar de nível antes da hora (leia: 5 Dicas Rápidas Para Aprender A Dançar E Acelerar Sua Evolução Na Dança).

Procure saber também se quem determina a hora de subir de nível é a escola ou são os alunos. Quando a escola faz o controle os níveis costumam ser bem mais fieis aos seus propósitos, quando os alunos fazem a escolha há uma enorme tendência de as pessoas quererem avançar mais rápido do que devem comprometendo seriamente a qualidade das aulas e a organização da escola.

2 – Iniciação

Procure saber se a escola que você procura possui professores disponíveis para receber os alunos novatos de forma exclusiva. É muito comum encontrar escolas que colocam os alunos recém chegados em turmas já em andamento o que faz com que o novato perca importantes noções de base e ao mesmo tempo atrasa toda a turma por ter dificuldade de executar a movimentação, que naturalmente ainda não está preparado para fazer. Desvantagem pra quem chega e desvantagem pra quem está tentando se desenvolver.

3 – Comunidade

Uma comunidade unida e receptiva é fundamental para que uma escola de dança consiga te dar suporte para que você se desenvolva. Procure escolas que propiciem um ambiente descontraído e que estimule a interação entre seus alunos. Para se desenvolver é extremamente importante que os alunos se identifiquem não só com os professores, mas também com os colegas, pois em nenhum ambiente os professores conseguem dar atenção 100% individualizada. Avalie se a escola incentiva a cooperação entre os alunos e não estimule a competição entre os mesmos, desta forma os colegas de turma são quem dão um grande suporte para que você possa treinar.

 

arms bonding closeness daylight

Photo by rawpixel.com on Pexels.com

Mais importante que treinar os passos das aulas é encontrar um ambiente que te faça se sentir em casa. As amizades geradas e a socialização promovidas pela escola são grandes ferramentas para que a dança possa melhorar sua qualidade de vida através do bem estar, da melhora da auto estima e da sensação de pertencimento. Grandes famílias são formadas nos ambientes da dança.

4 – Atividades Extraclasse

Este item costuma ser muito negligenciado por quem ainda está ingressando no universo da dança, porém as atividades extras são fundamentais para que você amplie suas horas de prática. Treino é fundamental para desenvolver em qualquer prática e boas escolas conseguem contribuir para que os alunos evoluam na dança e fortaleçam os laços da comunidade através de eventos de várias naturezas: espaços livres após as aulas, bailes, festas de aniversário, workshops com professores de outras escolas ou cidades. Vale também incluir atividades não diretamente relacionadas à dança, como encontros em bares, churrascos ou qualquer atividade em que a comunidade se reúna, naturalmente conversas sobre a dança acontecerão e toda e qualquer interação que envolva a dança é importante pra a sua evolução.

20181216_112638-1

Vamos dançar?

Agora você tem valiosas dicas para não errar na escolha da sua escola de dança. Se você já dança que tal você nos dizer o que mais te agrada na escola que você frequenta? E também nos indique boas escolas de dança para que quem esteja começando tenha boas referências!

Muito obrigado por chegar até aqui. Deixo o convite para você me visitar em uma de minhas escolas em belo horizonte ou alguma unidade da rede que fez eu me apaixonar pelo forró e pela dança, o Pé Descalço (BH, São Paulo, Niterói, Juiz de Fora, Contagem e Londres).

Felipe Raso Jamel Edim

 

Quanto vale este conteúdo para você?

Você pode ajudar a manter a qualidade e a periodicidade do Blog doando qualquer quantia! Este conteúdo segue grátis, mas a sua doação contribui para que o Blog siga firme ajudando a sua caminhada na dança!

Se não quiser quiser doar, não tem problema algum, você pode contribuir indicando o Blog para uma amigo ou compartilhando nas suas redes sociais!!!

Doação ao Blog

A doação está com o preço de 1 real! Para doar mais, basta modificar a quantidade para ajustar ao valor que você deseja! Muito Obrigado!

R$1,00

Para ser um colaborador recorrente, você pode fazer doações mensais através do link abaixo:

APOIA.SE/feliperasoforro

 

10 comentários sobre “4 Dicas Para Você Escolher Sua Escola De Dança e Salão

  1. Pingback: 6 Dicas Rápidas Para Aprender A Dançar E Acelerar Sua Evolução Na Dança | FORRÓ

  2. Pingback: Aula Em Grupo Ou Particular? Tudo que você precisa saber para tomar sua decisão! | FORRÓ

  3. Pingback: 3 Motivos Pelos Quais a Dança de Salão É A Atividade Física Mais Completa Para Sua Saúde !!! | FORRÓ

  4. Adorei esse texto e gostei de mencionar a respeito de “comunidade”. Independente da idade, do gênero, da condição social, quando conseguimos reunir pessoas com um mesmo gosto, objetivo, hobby, criamos uma espécie de “comunidade do bem” porque não tem nada melhor do que estar perto de pessoas que gostam daquilo que a gente também gosta. Ao falar em “dança de salão” acho importante abordar também a questão de estar ou não “acompanhado” (parceiro, namorado, marido, esposa, irmão, colega de trabalho..). Quando comecei a me interessar por “dança de salão” me lembro de enfrentar muita dificuldade nesse sentido porque, a depender das épocas em que estava no decorrer da vida, nem sempre tinha um namorado, ou um marido ou um irmão interessado e que que compartilhasse da mesma vontade que eu de aprender a dançar e fazer parte da uma comunidade de dança. Me lembro de ter me sentindo mal muitas vezes porque não tinha um “parceiro de dança”. Houve um tempo que cheguei a pagar a parte um acompanhante para ser meu parceiro na aula (ele era uma especie de estagiário)..Sou apaixonada pelo sistema do PD de rodízio … “Agradeceu, beijou e trocou”. Além de difundir a ideia de que não é necessário um par para dançar, podemos ter experiências com várias pessoas diferentes e tudo isso em uma mesma música. Uma hora você ensina, na outra você aprende, na outra você observa, dança com pessoa mais alta, mais baixa, mais magra, mais gorda, mais forte, mais fraca, mais educada, mais “conversada”, extrovertida, introspectiva, essa troca é simplesmente incrível !

    Curtir

  5. Pingback: Posso recusar uma dança ou parar uma dança no meio? Entenda regras básicas de educação e respeito no salão!! | FORRÓ

  6. Pingback: VERMELHA DO PÉ DESCALÇO! Como atingir? | FORRÓ

  7. Pingback: Os Nossos 6 Sentidos No Forró!! | FORRÓ

  8. Pingback: As 4 Dúvidas mais frequentes antes de fazer aula de forró!! | FORRÓ

  9. Pingback: A Dança Como Forma de Tradução de Quem Somos!! | FORRÓ

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s